Investimento é resultado da adesão de Brasília a um pacto nacional

 

Cerca de 500 famílias de agricultores do Distrito Federal serão beneficiadas com o aporte de R$ 917.875 do governo federal. O investimento é resultado da adesão da capital federal ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento das empresas públicas estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

A representante de Brasília é a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF).

O secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República, José Ricardo Roseno; o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg; o presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim; e o presidente da Emater-DF, Argileu Martins. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
O secretário Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República, José Ricardo Roseno; o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg; o presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim; e o presidente da Emater-DF, Argileu Martins. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília
O documento foi assinado pelo governador Rodrigo Rollemberg, na noite desta quarta-feira (5), na Fundação Casa do Cerrado (no final da Asa Norte).

A cerimônia ocorreu durante a 52ª assembleia geral ordinária da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer).

Para Rollemberg, o acordo aumenta as possibilidades de equilibrar a agricultura com o meio ambiente. “Temos de alinhar a produção com novos métodos que possam conciliar a produção rural com a preservação ambiental”, disse o governador. “Ao mesmo tempo, é importante assegurar que o meio rural brasileiro garanta renda digna ao agricultor, com a infraestrutura necessária”.

O recurso do Executivo federal virá da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, da Casa Civil da Presidência da República, por meio de um contrato de gestão. Caberá ao órgão nacional repassar a verba à Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), que, por sua vez, firmará instrumentos específicos com cada unidade da Federação a ser beneficiada.

Além do DF, serão contemplados os estados de Goiás, de Mato Grosso, de Minas Gerais, do Pará, do Paraná, do Rio Grande do Sul, de Rondônia e de São Paulo.

Na proposta do pacto, a Anater ficará responsável pelas estratégias e prioridades, assim como pelo acompanhamento das metas estabelecidas para serviços de assistência técnica e extensão rural.

Em contrapartida, as instituições estaduais devem comprometer-se com a execução dos valores e com a garantia da autonomia para fazer o serviço de Ater.

“Saímos de uma relação de envio de recursos para uma relação de apresentação de resultados. Isso é muito inovador”, destacou o presidente da Emater-DF e da Asbraer, Argileu Martins, que também assinou o acordo com o governador e representantes dos estados a serem beneficiados.

 

Argileu Martins é reeleito como presidente da Asbraer


Além da assinatura do pacto, a assembleia marcou a reeleição de Argileu Martins como presidente da Asbraer para o biênio 2017-2019, com votos de todos os dirigentes da associação que compareceram à reunião. O vice de Martins será o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Gabriel Alves Maciel.

Antes da votação, os presentes aprovaram, por unanimidade, a prestação de contas de 2016 da entidade.