A engenheira agrônoma Loislene Rocha é a nova coordenadora do Programa de Floricultura da Emater-DF. Formada pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Lois está na empresa desde 2006 e tem mestrado e doutorado em Fitopatologia — ambos pela Universidade de Brasília (UnB). A extensionista atuou no escritório de Sobradinho e foi gerente de Desenvolvimento Econômico (Gedec). Desde que entrou na Emater-DF, ela sempre trabalhou no apoio a produtores de flores e plantas ornamentais.

À frente do programa, Lois pretende intensificar o trabalho da empresa no fomento aos elos da cadeia produtiva de flores. “Planejamos fortalecer o cooperativismo e o associativismo, além de incentivar o uso de tecnologias na produção, tendo em vista a crise hídrica que estamos enfrentando”, diz. Outra frente de trabalho que merece um olhar especial são as plantas ornamentais orgânicas e plantas do cerrado com potencial ornamental. “Existe um grande espaço de crescimento para essas atividades no Distrito Federal”, aponta.