Inovação, agilidade e confiabilidade no registro dos dados são os destaques do novo sistema.

Nesta quarta-feira (10), a Emater-DF lançou oficialmente o novo sistema de registros das ações de ATER: o Ematerweb. O sistema veio substituir o tradicional Sisater e trouxe como uma de suas inovações a tecnologia web, que permite que o sistema seja alimentado não somente no escritório, mas em qualquer lugar com acesso à internet.

Para o presidente da Emater-DF, Roberto Carneiro, o Ematerweb permitirá melhorar os registros da empresa. “O Sisater foi muito importante enquanto esteve funcionando, mas precisávamos de atualizações que não eram mais possíveis. Com o Ematerweb vamos melhorar a qualidade dos nossos registros”, disse. Roberto também parabenizou a equipe da gerência de tecnologia da informação (Getin) pelo trabalho.

O sistema está em funcionamento desde o dia 8 de janeiro, sendo operado de forma piloto nos escritórios do Gama, Vargem Bonita, Planaltina e Rio Preto. Pedro Ivo, gerente da Emater-DF no Gama, percebe a atualização como um avanço. “Estava na hora de fazer melhorias. Essa mudança não é fácil, mas precisamos estar abertos para aprender a operar essa nova ferramenta”, disse ele. 

Entre as novidades do sistema está a unificação dos bancos de dados. Isso reduz o risco de duplicação de informação – como, por exemplo, um produtor com propriedades em duas regiões administrativas no Distrito Federal antigamente precisava ter registro nos dois escritórios – além de facilitar a compilação de informações sobre alguma cadeia produtiva no DF. Outra novidade é o registro de histórico daquela propriedade, que antes se perdia de um ano para o outro.

O gerente da Getin, Emerson Nascimento, também destacou a possibilidade de qualquer unidade fazer lançamentos de atendimento, o que facilita contabilizar ações das gerências táticas e projetos ligados à Coordenação de Operações (Coper).

Emerson explica que os próximos dois a três meses serão de adaptação, período normal e necessário para possíveis correções e ajustes. “Sugestões de melhorias são bem-vindas e podem ser formalizadas por e-mail à Getin. Vamos submeter à avaliação da Coper, pois tudo o que se implementa no Ematerweb é de acordo com as diretrizes da Coper”, explica o gerente. 

                         Emerson Nascimento apresenta o Ematerweb