Emater capacita artesãos para planejamento e aprimoramento da produção associada ao turismo

 

Um projeto para o desenvolvimento e aprimoramento de artesanato e de trabalhos manuais com a temática da Festa do Morango está sendo desenvolvido pela Emater com um grupo de produtores das regiões de Brazlândia, Alexandre de Gusmão e Ceilândia.

Segundo a turismóloga da Emater, Clarissa Valadares, o objetivo é incentivar e aprimorar a produção associada ao turismo, com a criação de souvenirs tematizados relacionados à Festa do Morango e à cultura de produção local. Na sexta-feira (30), 16 artesãos que já participam ou têm interesse em comercializar no evento, foram capacitados sobre aprimoramento de embalagem, uso de cores, canais virtuais de comercialização, entre outros temas.

Para trocar experiências com os participantes, o curso contou com a agricultora familiar Norma Sueli Martins, que possui uma agroindústria de desidratados.

“Agora, de acordo com o que aprenderam no curso, deverão trazer um exemplar de souvenir, com uma ficha técnica, para que possamos fazer uma a devolutiva. Teremos uma curadoria para dar um feedback, com objetivo de melhorarem seus produtos, e os melhores serão selecionados para comercialização no estande da Emater na Festa do Morango”, explica Clarissa.