Carta de intenções foi assinada na AgroBrasília

 

Emater-DF e Campo Companhia de Promoção Agrícola assinaram na AgroBrasília uma carta de intenções para, juntamente com a Fundação Casa do Cerrado, promoverem ações voltadas à capacitação em assistência técnica e extensão rural para países da África que estejam em situação de insegurança alimentar. A transferência de conhecimentos e tecnologia será feita para nove países sendo eles Gana, Moçambique, Angola, Guiné Conacri, Senegal, Nigéria, Togo, Zimbábue e Gabão.

O evento de assinatura do protocolo de intenções contou com a presença de embaixadores de alguns dos países que irão participar dessa parceria com o Brasil.

A parceria entre as instituições também vai incluir ações nas áreas de educação ambiental, de proteção e recuperação de nascentes degradadas e atendimento e instrução de estudantes e outros públicos em temas vinculados à vida no campo, ao bioma Cerrado, ao agronegócio e à agricultura familiar.

A presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, lembrou a experiência da empresa nestas áreas, inclusive com o reconhecimento, pela FAO - Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, das inovações tecnológicas desenvolvidas pela instituição e voltadas para a agricultura familiar na região do cerrado.

O presidente da Campo, Emiliano Botelho, informou que a empresa tem atendido há três anos a 12 países da África com potencial para desenvolver a agricultura tropical. Segundo relatou, há dificuldades justamente na área de extensão rural. Daí a importância da parceria com a Emater-DF pela sua reconhecida experiência nesta área.