O clima organizacional consiste em percepções partilhadas pelos funcionários a respeito de diversos fatores contidos em seu ambiente de trabalho, como: salário, condições físicas, estilo de liderança, suporte do chefe e/ou da organização, relacionamento entre colegas, clareza da tarefa, pressão no trabalho, autonomia e outros.

         O clima de uma organização é capaz de influenciar o comportamento profissional e afetar a performance da empresa. Um clima, bom ou ruim, tem implicações no desempenho das pessoas, na produtividade, nos padrões de interação entre grupos, nos comportamentos de afastamento (absenteísmo, rotatividade) e na satisfação com o trabalho e com a organização. Desse modo, é muito importante realizar pesquisas periódicas para avaliar o clima, a fim de obter informações capazes de orientar as ações que visam elevar sua qualidade, especialmente em relação aos pontos mais críticos.

         Na EMATER-DF, o diagnóstico do clima foi realizado em 2009 e, a partir dele, foi elaborado um plano de ação que norteia as ações da GEDIN. Em 2012, haverá uma nova pesquisa para avaliar o clima e verificar se as ações realizadas geraram melhorias efetivas. O Relatório do Clima Organizacional 2010 está disponível nos anexos.